31 ago 2021
Conheça o primeiro ônibus movido a GNV para fretamento desenvolvido por Marcopolo e Scania
Cansado de ler? Então ouça este artigo:

 Conheça o primeiro ônibus movido a GNV para fretamento desenvolvido por Marcopolo e Scania

 

Uma parceria moldada a três mãos. A Marcopolo e a Scania desenvolveram o primeiro ônibus movido a GNV e/ou biometano para aplicações de fretamento no Brasil. O veículo Marcopolo Paradiso 1050 vai ser operado pela Turis Silva, maior empresa de fretamento contínuo do Rio Grande do Sul.

 

O ônibus rodoviário tem chassi K320 4×2 e proporciona economia em comparação ao veículo a diesel convencional. Além disso, conta com diferentes soluções da plataforma Marcopolo BioSafe, como lâmpadas UV-C para desinfecção dos ambientes.

 

Essa novidade vai transportar colaboradores da usina de aços especiais da Gerdau, localizada em Charqueadas (RS), ainda no primeiro quadrimestre de 2021.

 

    Uma parceria que vai entrar para a história

A Scania, um dos principais fabricantes mundiais de caminhões pesados, de ônibus e de motores industriais e marítimos do mundo, tinha o objetivo de apresentar um ônibus movido a GNV para o mercado brasileiro. Até então,  veículos de linha regular não rodavam com esse combustível alternativo.

 

A Marcopolo foi escolhida para essa ideia ambiciosa por sua carroceria moderna, tecnológica e segura. Tais características levam mais credibilidade para o mercado, junto com a confiabilidade da marca e sua ampla cartela de clientes. Na outra ponta, a Turis Silva fica responsável pela fase final: a operação do veículo.

 

“É um momento singular para Scania, Gerdau, Turis Silva e Marcopolo”, afirma Fábio D’Angelo, gerente de Vendas de Ônibus da Scania. “Todas entram para a história com a apresentação desta solução mais sustentável. O planeta e a sociedade estão clamando por alternativas ao diesel e esta tecnologia é ideal para a realidade do mercado brasileiro. Temos certeza que é o primeiro de muitos”.

Para Paulo Tramontin, Negociador de Mercado Interno da Marcopolo, esse projeto reforça o slogan “Marcopolo do Futuro”. Segundo o executivo, a empresa está sempre pensando à frente e está disposta a explorar novos tipos de combustível. “Precisamos de alternativas e, pensando no protagonismo e disponibilidade, aceitamos o desafio de desenvolver esse produto”.

 

    Conheça o Marcopolo Paradiso 1050

O Paradiso 1050 tem capacidade para transportar 44 passageiros, em poltronas semileito e autonomia de cerca de 300 quilômetros. Para Leandro Sodré, gerente Nacional de Vendas Marcopolo, esse ônibus movido a GNV se destaca pelo alto padrão de conforto: “Tem sistema de áudio e vídeo, além de comodidade e segurança para os usuários. O veículo também resulta em custos operacionais menores e de manutenção mais simples para o operador”.

 

Essa é apenas a primeira versão rodoviária dedicada ao segmento de fretamento — que foi impulsionado pela pandemia de COVID-19. Segundo Fábio D’Angelo, as perspectivas não são só de operadores, mas de clientes contratantes. “Assim como acontece com os caminhões, os embarcadores demandam soluções sustentáveis em sua cadeia logística. Os provedores de transporte estão sendo levados a comprar caminhões GNV e já existe esse movimento para o transporte de fretamento”.

 

O ônibus movido a GNV oferece solução completa para o cliente. O veículo é movido a gás e a biometano, sendo a junção perfeita de carroceria moderna, tecnológica e segura com um com um chassi econômico, resistente e com alta disponibilidade. Além disso, oferece uma alternativa mais sustentável ao cliente, mostrando toda a preocupação com um planeta menos impactado pela emissão de gases.

 

Jaime Silva, proprietário da Turis Silva, demonstra bastante entusiasmo com o projeto. “Essa parceria tem tudo para dar certo. O ônibus é Euro 6, atende as necessidades do meio ambiente e promove a redução de custo.”

 

   Diesel ou GNV?

Empresas com grande número de colaboradores, que têm notoriedade e compromisso com meio ambiente, vêm buscando alternativas ao diesel. Apesar de ser um combustível eficiente, ele traz uma série de problemas ambientais. A queima do diesel libera gases poluentes para a atmosfera, contribuindo para o processo de aquecimento global.

 

Esse foi um dos fatores que impulsionaram o desenvolvimento do ônibus movido a GNV. O motor do veículo atende às normas Euro 6 de emissões, tecnologia menos poluente que será obrigatória no Brasil a partir de 2023.

“O apelo ambiental é muito grande. Hoje, quanto maior a empresa, maiores são as exigências voltadas para o meio ambiente. A Marcopolo leva isso muito à sério”, afirma Paulo Tramontin. “Além disso, o uso do GNV resulta em menos ruído e em um custo operacional menor”.

 

O Paradiso 1050 já nasceu pronto para o gás. Seu propulsor traseiro é Euro 6 de 320 cavalos de potência. Seu motor é Ciclo Otto, o mesmo conceito dos automóveis e possui desempenho consistente. Ele também possui força semelhante ao diesel, além de ser mais silencioso. “Neste momento, é o ideal para o ‘Aqui e Agora’, pois se enquadra nos três pilares sustentáveis: econômico, social e ambiental”, comenta Fábio D’Angelo.

 

Todas essas características são acompanhadas de máxima segurança. Os passageiros podem ficar tranquilos, pois o ônibus movido a GNV é totalmente seguro. Em caso de incêndio ou batida, o gás é liberado para a atmosfera e se dissolve sem perigo de maiores danos.

 

 Soluções da BioSafe também são destaque 

O Paradiso 1050 também chama a atenção por contar com diferentes soluções da plataforma Marcopolo BioSafe. Entre elas, a luz ultravioleta na desinfecção dos banheiros dos ônibus. Sua radiação elimina vírus, bactérias e outros micro-organismos porque consegue penetrar nas células desses patógenos e em sua estrutura genética.

 

Outra solução disponível são as cortinas com material antimicrobiano, desenvolvidas para prevenir o contágio e evitar a proliferação de micro-organismos. Esse produto é inovador, pois utiliza um material “inteligente”, de baixa espessura e mais leve que o tecido convencional.

 

Além disso, podemos citar o dispenser de álcool em gel na entrada da escada de acesso. Por ser automático, possibilita a higienização das mãos de forma segura, rápida e fácil, antes e depois de cada viagem.

Afinal, o ônibus movido a GNV não é apenas mais sustentável. Com a implementação das soluções BioSafe, ele leva maior conforto e segurança para os passageiros.

COMPARTILHAR

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Reproduzir vídeo

RECEBA NOSSAS

NOVIDADES

A Marcopolo segue as leis de LGPD. Veja nossa política

Coordenação Geral

Departamento de Marketing

marketing@marcopolo.com.br

Produção e edição de textos

Sabrina Leme MTB-RS 15062

Projeto Gráfico

Vinicius Pauletti